Bingo Beneficente da SOS Bichos, sorrisos e gratidão

11041839_812258082192215_8093784549141017547_oPessoas agitadas, voluntários com sorriso de orelha a orelha, reunidos com o mesmo objetivo, ajudar os animais resgatados pela ONG, assim foi mais um Bingo Beneficente promovido pela SOS Bichos, que aconteceu em 28 de junho no Asilo São Vicente de Paulo, em Ponta Grossa.

Com início às 13h30, as pessoas foram chegando tímidas e encolhidas pelo frio que já dava sinais de mais uma vez ser rigoroso para nós ponta-grossenses. Quem se lembrou do frio quando chegou e se acomodou em uma das mesas dispostas no salão? O que se via era calor humano, calor do amor por animais, que, muitas vezes são maltratados, abandonados, tratados como um simples embrulho que teve seu uso esgotado. Animais deixados de lado pela correria do dia a dia, vazio de cuidados que os faz adoecer, contrair parasitas e ficar extremamente debilitados.

Ouça a reportagem do bingo

Como não lembrar do pequeno Lepo, cachorrinho sem raça definida que estava extremamente doente na primeira vez em que fui à Clínica conversar com a Joaninha sobre o plano de comunicação, atividade apresentada à matéria de comunicação comunitária, que exerceríamos para a SOS Bichos. O pobrezinho, todo sem pelos na época, era triste, não parecia aqueles animaizinhos felizes que vemos no parque ambiental, por exemplo, puladinho por ai.

O amor de todos os voluntários da ONG e principalmente de Hadassa Ojea, jovem amigável e de coração enorme, que conhece cada um e mostra autoridade entre os pequeninhos e grandões, foram capazes de fazer o pequeno Lepo voltar a sorrir.  No bingo, o pequeninho se mostrava espoleta, com uma roupinha de abelha parecia a própria abelha rainha do evento. Chamava a atenção por onde passava e principalmente por mostrar “estou bem!”. Entre o ‘ser estrela daqui’, o pequeno não esqueceu como era ser ‘plebe’ e fez o que um cachorrinho saudável faz de melhor, aprontar, claro dentro dos bons modos dos animais. A animação dele foi até certo momento, quando cansou e só queria dormir.

O Bingo durou cerca de 5 horas e sorteou mais de 50 brindes, com cartelas cheias, diagonais, horizontais e verticais. Os ganhadores, corriam para pegar o prêmio quando gritavam ‘bingo’, era um misto de festa com responsabilidade social.

Com 250 convites distribuídos, o bingo foi um sucesso e ajudou a ONG, já que é através das atividades como o bingo, que o caixa se mantem e o tratamento de mais ‘Lepos’ acontece.

O que dizer de cada voluntário. O contato maior foi com a Joaninha, senhora animada que mostra dedicação total aos eventos de arrecadação e no resgate de cães e gatos. No bingo ela se mostrou o tempo todo atenta quanto a organização e colocou a mão na massa na hora do lanchinho, entre nós, que momento bom, nós jornalistas amamos. Bolo, salgados, cachorro quente, refrigerante, deu água na boca só de relembrar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cada participante do Bingo tem sua peculiaridade. Famílias, amantes dos animais ou pessoas, que genericamente chamarei de comuns, que vivem uma vida distante dos animais, mas querem ajudar.

Aaaaah, nós gravamos reportagem no bingo e você confere abaixo.

Esse espaço é o blog da ONG, criado para divulgar as atividades da SOS em formato jornalístico. A equipe aplicou durante um mês Plano de Comunicação para a entidade. O plano foi apresentado à matéria de comunicação comunitária, ministrado pela Prof Esp. Maria Fernanda Cordeiro, docente das Faculdades Secal.

O Plano, através do trabalho de 5 acadêmicos, visava trabalhar de forma jornalística durante um mês as atividades da ONG, consideradas de interesse público por atender um público invisível. Animais abandonados, maltratados ou que precisam de alguma ajuda, como custo menor nas intervenções veterinária. O trabalho se dividiu em enviar materiais, como release, notas, sugestões de pauta, aos veículos de comunicação de Ponta Grossa e região, impresso, rádio, televisão e portais. Além disso, criamos o blog, espaço com textos, imagens, vídeos e áudios para ampliar a comunicação da SOS. A atividade para a comunicação comunitária acabou, mas decidimos manter o projeto com a SOS, claro dentro do nosso tempo. Continuar divulgando os serviços, dando visibilidade maior ao o que a ONG faz e a quem atende. Fizeram parte das atividades: Bruna Lais Kuff, John Kevin Nicolau, Samantha Gelber, Valéria Sobonia e eu, Wilian Ferreira.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s